Preâmbulo da Constituição dos Trabalhadores Industriais do Mundo

A classe trabalhadora e os patrões não têm nada em comum. Não pude haver paz enquanto houver fome e necessidade entre milhões de trabalhadores e os poucos que forma a classe que emprega gozem de todas as coisas boas da vida.

Entre estes dois classes deve haver uma luta ate que os trabalhadores do mundo se organizem como classes tomem possessão dos meios de produção. Abolem o trabalho assalariado e vivam em harmonia com a terra.

Descubramos que a centralização da gestão das indústrias em cada vez menos mãos face as união incapazes de lidar ou acrescentar o poder do empregador.

O sindicato promove uma situação que permite que grupo de trabalhadores do mesmo setor estuem em competindo, contribuindo para a derrota de todos os grupos em escaramuças fratricidas em aumentos salariais. Union também ajudam a classe patronal para enganar aos trabalhadores, faceando-lhes acreditar que tem interesses comuns seus empregadores.

Essas condições só podem ser alteradas e o interesse da classe trabalhadora só pode defender através de uma organização estruturada da forma que seus afiliados em qualquer setor ou em todas aos setores se necessário, parem de trabalhar sempre que exista uma paralisação ou feche em qualquer departamento, fazendo assim que cada agressão que receber uma das suas partes seja respondida por inteiro.

Em vez do lema conservador “salario justo por o dia do trabalho justo” nos escrevemos na nossa bandeira o slogan revolucionário “abolição da solidariedade das classes”

É a missão da Historia da classe trabalhadora tombar  o capitalismo, devemos organizar o exército de produção. Não só para a luta diária com os capitalistas, mas também para mantem a produção quando o capitalista tem sido deposto. Al organizar a nível industrial está formando a estrutura da nova sociedade dentro da concha da antiga.

Anuncios

¡Bienvenidos a Solidaridad!

 london cleaners tatuaje

Hola y bienvenidos al relanzamiento de Solidaridad, la revista en lengua española de los Trabajadores Industriales del Mundo. Nuestro objetivo es informar en nuestro idioma a los miembros, partidarios y simpatizantes del sindicato revolucionario Trabajadores Industriales del Mundo (Industrial Workers of the World, IWW). Aquí encontrará artículos, fotos, vídeos y otra información sobre las perspectivas del movimiento revolucionario de la clase obrera.

Solidaridad y la prensa en español del IWW

Fueron muchas las publicaciones en español del IWW desde principios del siglo XX hasta los años 20. Entre ellas estaban Cultura Obrera, publicado en Nueva York de 1913 a 1914, La Unión Industrial, producido en Phoenix (Arizona) de 1909 a 1912, El Rebelde y Huelga General, hecho en Los Ángeles (California) de 1913 a 1917, Solidaridad y Nueva Solidaridad, de Chicago (Illinois), Palanca Obrera, de Torreón (Coahuila) y El Obrero Industrial, producido en Tampa (Florida), Tampico (Tamaulipas) y en la Ciudad de México. Varias investigaciones han encontrado menciones de estos periódicos en diferentes partes de México y en informes internos de empresas y agencias de la administración estadounidense de esos años. Estos periódicos del IWW fueron lectura habitual entre los obreros mexicanos implicados en luchas sociales y protestas de la época en Guanajuato, Hidalgo, Chihuahua, Baja California y Sonora. Sigue leyendo